Foto- Anderson Souza (SECOM)

Além dos professores, funcionários das escolas municipais, estaduais e particulares do município estão recebendo o imunizante

Gravatá é uma das primeiras cidades do Agreste de Pernambuco a vacinar os profissionais da educação do município contra a Covid-19.

Rádio Livre FM 90.7

A ação é uma iniciativa da Secretaria de Educação de Gravatá, junto com a Secretaria Municipal de Saúde.

Neste sábado (29), os profissionais foram divididos em três locais de vacinação: Escola Municipal Amenayde Farias do Rego Barros, aqueles que são da Rede Municipal de Ensino; Clube AABB, para quem trabalha nas escolas particulares; e Escola de Referência em Ensino Médio Erem Devaldo Borges, para profissionais das escolas estaduais. 

Amanda Maria de Santana – Auxiliar de limpeza

Amanda Maria de Santana, 32 anos, é auxiliar de limpeza na Escola Técnica Estadual Professor José Luiz de Mendonça. Ela disse: “Fiquei muito feliz de receber essa vacina, porque a gente nem esperava por causa da faixa etária e agora é aguardar para daqui a dois meses tomar a segunda dose”.

Adriana Pereira da Silva – Auxiliar de limpeza

A colega de trabalho dela, Adriana Pereira da Silva, de 45 anos, concorda. “Eu estou muito feliz e eu também não esperava receber a vacina agora, pois a expectativa era grande. Agora é só aguardar a segunda dose e viva o SUS!”, ovacionou.

Edmundo Lima Júnior – Segurança

Edmundo Lima Júnior, 48 anos, é segurança também da ETE. Para ele, “foi uma sensação muito boa de alívio em receber essa vacina, pela tensão que a gente fica vendo no dia a dia o pessoal morrendo e não é brincadeira. Então vamos levar a sério, quando chegar a sua vez, vamos juntos pra frente, vamos tomar nossa vacina e torcer para que dias melhores venham”.

Ana Carla de Andrade – Professora

A professora de espanhol, artes e projeto de vida, Ana Carla de Andrade, disse: “Graças a Deus chegou a nossa hora. Valeu a pena a luta e graças a Deus estamos encaminhados. Espero que todos tenham essa oportunidade o mais rápido possível, porque é uma coisa que a gente precisa realmente: retomar a nossa vida ao normal. Eu não esperava que houvesse essa vacinação agora. Sempre acompanhei o aplicativo Conecta Gravatá e, quando vi, não acreditei e saí espalhando pra todo mundo da escola, porque todos nós estávamos com muita ansiedade para isso. Que bom também pela estrutura do hospital que melhorou bastante, a gente estava precisando realmente. A vontade é que poucas pessoas precisem ir pra lá e que essa vacinação seja só um pontapé para que a gente não se contamine e volte a nossa vida normal”, destaca.

Ninha Professora – Secretária de Educação de Gravatá

A secretária municipal de Educação, Ninha Professora, explicou que essa ação foi fruto de um conjunto de forças da gestão municipal. “Nós tivemos várias reuniões com o secretário de saúde, José Edson, e com o prefeito padre Joselito e quando saiu a liberação do governador Paulo Câmara, o nosso secretário de saúde, muito preocupado com os profissionais da educação, e o prefeito também com o compromisso que ele tem com as pessoas, tivemos que nos unir, conversamos e resolvemos fazer esse mutirão hoje para vacina dos profissionais da educação. Então, neste sábado (29), uma média de 1.100 profissionais da educação recebem a imunização. Nós fizemos um cronograma, passamos um dia inteiro programando isso, entramos em contato com todas as escolas e hoje estão sendo vacinados os profissionais de todas as redes escolares. Eu queria tranquilizar os profissionais que não se vacinaram hoje para que fiquem tranquilos e dizer que na próxima semana haverá um cronograma e acredito que até a próxima sexta-feira (04) todos os profissionais da educação estarão vacinados com a primeira dose”.

A programação da vacinação para os profissionais de educação é realizada por escola, e organizada pela equipe da Secretaria de Educação, que faz o levantamento dos profissionais por meio dos diretores das unidades escolares, e em contato com o Programa Nacional de Imunização (PNI) da Secretaria Municipal de Saúde, administra as doses das vacinas nos dias e horários programados.

Os profissionais de educação receberão dos diretores das escolas o dia e horário programado para a vacinação.

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

Fotos: Anderson Souza (SECOM)

Sites Parceiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui