Padre Joselito e Viviane Facundes/ Foto: Nilson Silva (SECOM)
Padre Joselito e Viviane Facundes/ Foto: Nilson Silva (SECOM)

Ação contempla cerca de 50 mulheres que são acompanhadas nos quatro Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) do município

O prefeito padre Joselito Gomes fez a entrega simbólica de enxovais e cestas básicas para 20 gestantes que são acompanhadas pelo Centro de Referência de Assistência Social de Gravatá – CRAS III, no CAIC.

Rádio Livre FM 90.7

A ação faz parte do Serviço de Proteção e Atenção Integral à Família (PAIF) e as grávidas que são atendidas nos outros três centros vão receber o material nesta sexta (09). 

Entre os itens que vêm no enxoval estão banheira, bolsa, travesseiro, toalha de banho, kit completo para berço, roupinhas e mosquiteiro.

Geane Amara - Dona de casa
Geane Amara – Dona de casa

A dona de casa Geane Amara, de 21 anos, foi uma das grávidas contempladas. Ela está esperando um menino e comentou como esse enxoval vai ajudá-la. “Não só pra mim, mas todas as gestantes que vão receber, esse enxoval está sendo de grande importância, porque a gente sabe a situação que estamos vivendo hoje e é de extrema ajuda. Pra mim, principalmente, porque já tenho duas crianças pequenas e é uma grande ajuda no orçamento”, disse.

Viviane Facundes - Secretária de Assistência Social e Juventude de Gravatá
Viviane Facundes – Secretária de Assistência Social e Juventude de Gravatá

A secretária de Assistência Social e Juventude de Gravatá, Viviane Facundes, disse que “todas as gestantes que têm a necessidade e que nos procuram são atendidas, dentro da legalidade e da possibilidade, porque nossa gestão tem compromisso com as pessoas. A Assistência Social não está fazendo assistencialismo, mas trazendo dignidade às pessoas que precisam. Nós nunca paramos nossas atividades, desde quando assumimos, e estamos oferecendo e fazendo isso da melhor maneira possível”, explicou.

O prefeito padre Joselito reitera que essa entrega acontece porque a gravidez é um momento significativo para a mulher. “Além da necessidade de contar com o apoio da família, a gravataense pode contar também com o apoio da gestão municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social e da Secretaria de Saúde, e outros serviços que a pessoa precisa para ser acompanhada, assistida e ter o parto da melhor forma possível. E por isso, a necessidade também de receber, materialmente, tudo que é importante para os primeiros passos da criança com esse auxílio maternidade”, considerou. 

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) articula e presta serviços às famílias, por meio de benefícios, programas e projetos socioassistenciais, com foco na prevenção de situações de risco e vulnerabilidade social. 

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

Fotos: Nilson Silva (SECOM)

Sites Parceiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui