Imagem/ reprodução (vídeo)

O criminoso friamente após efetuar os disparos esfaqueou o policial

O crime ocorreu na noite do último sábado (2), em um bar na cidade de Nova Cruz, Agreste potiguar. O policial penal Josinaldo Santos de Queiroz, era natural da Bahia e trabalhava há 12 anos no Sistema Penitenciário do RN.

Nas imagens das câmeras de segurança mostram quando o meliante rouba a arma e efetua os disparos a queima roupa, em seguida de posse de uma faca peixeira, passa a esfaquear friamente o policial penal.

O criminoso foi preso neste domingo (03), na comunidade de Barro Preto, zona rural do município-RN, após várias buscas realizada pela a Polícia. O mesmo foi identificado como Alberto Arnold dos Santos, ele foi conduzido a Delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante delito pelo o crime de homicídio e roubo.

Veja Nata da Secretaria da Administração Penitenciária (SEAP).

A Secretaria da Administração Penitenciária (SEAP), vem a público prestar solidariedade aos familiares, amigos e colegas do policial penal do Rio Grande do Norte, Josinaldo Santos de Queiroz, brutal e covardemente assassinado neste sábado (2), em Nova Cruz, município onde residia e trabalhava.

Desde que tomou ciência do fato, a SEAP mobilizou efetivo para irrestrito apoio às polícias Civil e Militar nas primeiras diligências, com o intuito de localizar e prender o homicida. 

Forte aparato policial foi disponibilizado para a região de Nova Cruz e ordem é para que a mobilização não cesse até a prisão do acusado, já identificado pelas forças de segurança. 

Segundo as investigações, o assassino roubou a arma do servidor em um bar e desferiu três tiros. O acusado sai da cena por um instante e, ao retornar, aplica vários golpes de faca com a vítima já ao chão, na frente de testemunhas. Após consumado o crime, o homicida rouba a motocicleta da vítima.

A notícia da morte provocou forte comoção e consternação pela forma trágica e lamentável. A perda do policial não atinge apenas a instituição, mas toda sociedade.

Josinaldo Santos era natural da Bahia e trabalhava há 12 anos no Sistema Penitenciário do RN. A SEAP, neste momento de dor e consternação, presta todo apoio à família.

Fonte: Assessoria de comunicação social da SEAP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui