A prisão do Toquinho ocorreu após a Central de rádio da 5ª CIPM receber informação de que um indivíduo estaria vendendo drogas no bairro novo

Policiais Militares da 5ª CIPM, prenderam na manhã desta sexta-feira (21/08), por volta das 10h00, na rua Pastor João Cunha, no bairro em Gravatá, Agreste de Pernambuco, um rapaz suspeito de tráfico de drogas. O mesmo foi identificado como Juliano de Lima Silva, vulgo (Toquinho) de 19 anos, com passagem pela polícia, residente no mesmo endereço.

Rádio Livre FM 90.7

De acordo com os policiais militares, a prisão do Toquinho ocorreu após a Central de rádio da 5ª CIPM receber informação de que um indivíduo conhecido por Juliano, vulgo “TOQUINHO” estaria comercializando maconha nas proximidades da Caixa D’água, no Bairro Novo. 

Os policiais militares, após colherem toda informação, montaram uma Operação Conjunta com o efetivo do Serviço de Inteligência, Malhas da Lei, ROCAM E GATI todos da 5ª CIPM e seguiram ao local informado, onde foi realizado um monitoramento nas proximidades onde o suspeito se encontrava.

Segundo a polícia, durante o monitoramento foi observado que algumas pessoas aproximaram-se do JULIANO e o mesmo após entregar um pequeno volume a cada um tomou destino ignorado, mas segundo os policiais, em determinado momento o imputado saiu de um terreno abandonado carregando uma bolsa plástica na mão, e ao chegar na rua Pastor João Cunha, o efetivo policial efetuou abordagem encontrando com ele 02 (dois) sacos plásticos, sendo, um com aproximadamente 120 (cento e vinte) gramas de maconha, e outro com aproximadamente 60 (sessenta) gramas da mesma droga. O Toquinho que já tem passagem pela polícia, ao ser indagado pelo o efetivo policial, disse que a droga seria para o consumo.

O envolvido e o material apreendido foram encaminhados a Depol de Gravatá, onde foi autuado em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas. O mesmo foi apresentado em audiência de custódia na tarde deste sábado, (22), ficando a cargo da justiça.

Sites Parceiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui