Operação Protect II/ Salgueiro. Foto: Divulgação (Polícia Federal)

A primeira fase da Operação Protec foi deflagrada em 11/4/2021 e cumpriu dois mandados de prisão temporária e três mandados de busca e apreensão

Recife/PE – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (17/3) a Operação Protect II, com o objetivo de prevenir e combater ações criminosas de manutenção e difusão, pela internet, de arquivos pornográficos envolvendo crianças e adolescentes, inclusive para outros países.

Segundo a PF, foi dado cumprimento a um mandado de busca e apreensão na cidade de Salgueiro/PE. A busca foi realizada num endereço residencial de um suspeito, de 54 anos. Ainda segundo a PF, foram apreendidos celulares, computador e pen drives (mídias de computador).

O alvo das buscas foi interrogado pela autoridade policial na Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro. Todo o material passará por uma perícia técnica, a fim de subsidiar as investigações que estão em andamento.

De acordo com a lei, os crimes de armazenamento e de distribuição de material pornográfico estão previstos nos artigos 241-A e 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente, em caso de condenação, as penas podem alcançar até 6 anos de reclusão.

RELEMBRE O CASO

A primeira fase da Operação Protec foi deflagrada em 11/4/2021 e cumpriu dois mandados de prisão temporária e três mandados de busca e apreensão, na intenção de coibir a prática de crimes de estupro de vulnerável e pornografia infantil contra uma criança nas cidades de Araripina/PE e Caldeirão Grande do Piauí/PI.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui