O crime ocorreu na manhã do dia (26/06), na fila da casa lotérica da cidade

Um cabo da Polícia Militar de Pernambuco foi vítima de um latrocínio defronte a casa lotérica da cidade de Passira, no Agreste de Pernambuco, crime ocorrido na manhã do dia (26/06) deste ano, por volta das 07h20min. Os algozes desferiram vários disparos de arma de fogo contra o Cabo PMPE EDSON CARLOS DE MOURA que não resistiu aos ferimentos e faleceu no local da ocorrência.

Rádio Livre FM 90.7

O crime segundo a polícia, foi arquitetado pelas pessoas de “EDUARDO DE ARARAS, MANCHA E ALCIDES” aonde tudo se iniciou em conversas, “EDUARDO DE ARARAS combinou com um outro conhecido por “LEQUINHO”, este era o responsável por fazer o levantamento do local do crime verificando se havia policiais, viaturas que pudessem impedir o crime que estavam planejando.

De acordo com os Delegados do caso, Maria Betania e José Humberto, tudo estava acertado para ocorrer no dia 25/06/2020, no entanto, os imputados se atrasaram na viagem daí “LEQUINHO” informou que a Lotérica já estava aberta, com isso eles deixaram para cometer o fato criminoso no dia seguinte. No dia do crime “MANCHA” e “BOLO” vieram numa motocicleta de Recife e se infiltraram nos populares que estavam na fila esperando a lotérica abrir, quando a vítima chegou com o dinheiro “MANCHA E BOLO” o atacaram, tomaram o dinheiro e o assassinaram, depois fugiram tomando destino ignorado. 

Segundo a Polícia, iniciadas as investigações a Polícia Civil de Pernambuco instaurou um inquérito policial para apurar a morte do Cabo PMPE EDSON CARLOS que era bastante conhecido na cidade de Passira, e designou os delegados especiais JOSÉ HUMBERTO DANTAS PIMENTEL E MARIA BETÂNIA DE FREITAS TAVARES para presidirem o inquérito policial, com o apoio da DINTEL da PCPE.

(Imagem/ Reprodução)

No decorrer das diligências a Polícia Militar no dia (02/07/2020), fez a prisão de um dos assassinos: EDUARDO NASCIMENTO DE PAULA FILHO vulgo “BOLO”, dando continuidade nas investigações foi logrado êxito na captura de mais um assassino que já havia fugido para o estado de são Paulo.

A PCPE informou a policiais militares da renomada unidade da PM paulista, A ROTA, o local aonde possivelmente ele se encontrava e no dia 26/08/2020, os militares lograram êxito na captura de AUGUSTO HENRIQUE CAITANO BARBOSA vulgo “MANCHA”, o qual já estava com passagem comprada para o Paraguai.

Ainda continuando as investigações foi verificado a localização de mais um integrante da quadrilha na cidade de São Lourenço da Mata, região metropolitana do grande Recife, e a equipe de policiais civis da AIS 16 se deslocou até a cidade e efetuou a captura de JOSE ALCIDES DA SILVA, vulgo “COROA”  “ ou “ DÉ DE CANELA” fato ocorrido no dia 05/10/2020, o qual já possuía um mandado de prisão em aberto por crime de competência do júri de Ipojuca PE.

Ainda segundo a polícia, no momento da prisão do Coroa, foi encontrado 06 munições de calibre .45 e uma munição calibre 380. O mesmo foi autuado em flagrante delito por posse ilegal de munição.

Já nesta quinta-feira (08/10), a Polícia conseguiu prender mais dois participante da morte do Cabo EDSON CARLOS, os mesmos foram identificados como ALEX JOSE DA SILVA vulgo “LEQUINHO” e EDUARDO DE ARAUJO RAMOS vulgo “EDUARDO DE ARARAS” os imputados foram encaminhados à Penitenciária de Limoeiro, também no Agreste do estado, onde se encontram à disposição da justiça.

Achamos que você possa também gostar dessa notícia:

Sites Parceiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui