Imagem - Arquivo Polícia Federal

A droga teria vindo de Belém/PA, para ser entregue a uma pessoa no  Recife

Na última quinta-feira (17/6), por volta das 12h10min, a Polícia Federal prendeu em flagrante delito, no Aeroporto Internacional dos Guararapes, em Recife, uma mulher de 23 anos, de profissão cabeleireira, natural e residente no estado de Manaus/AM.

Rádio Livre FM 90.7

Conforme a PF, a prisão da imputada ocorreu durante uma das fiscalizações de rotina destinada a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes, bem como outros tipos de ilicitudes de competência federal no Aeroporto Gilberto Freyre, (Recife).

De acordo com os Policiais Federais, ao realizarem o procedimento padrão de abordagem foi identificado uma passageira quando estava desembarcando em Recife num voo procedente de Belém/PA. Após entrevista com a mesma, e havendo fundada suspeita de estar transportando entorpecentes, a bagagem da mulher foi aberta e submetida à fiscalização, onde foram encontrados aproximadamente 10,1Kg (dez quilos e cem gramas) de maconha. Ainda segundo a PF, também também foram apreendidos com ela, passagem aérea, cartão de embarque e um aparelho celular.

Drogas apreendida no Aeroporto do Recife/Imagem: Polícia Federal

Após a droga ter sido encontrada, a suspeita foi conduzida para a Superintendência da Polícia Federal, onde foi autuada pela prática do crime contido no artigo 33 e 35 da Lei nº 11.343/2006 (tráfico interestadual de entorpecentes) e caso seja condenada poderá pegar penas de 5 a 15 anos de reclusão.

Segundo a Polícia Federal, a mulher em seu interrogatório disse que recebeu uma proposta para ganhar R$ 3 mil reais para ir a Belém/PA, pegar uma mala já pronta com o entorpecente e entregar a uma pessoa ao desembarcar no Recife/PE, mas não deu maiores detalhes sobre quem seria o aliciador e a quem entregaria a droga.

A cabeleira foi apresentada em audiência de custódia na mesma quinta (17), onde após, os procedimentos de praxe, possivelmente foi encaminhada a Colônia Penal Feminina, ficando à disposição da Justiça. Mas caso não seja presa, responderá ao processo em liberdade.

A Polícia Federal informou que a mulher não possuía antecedentes criminais.

Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal em Recife.

Sites Parceiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui