Integrantes de religiões de matriz africana e prefeito de Gravatá/ Foto: Marcone Barros (SECOM)

Encontro foi uma homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra, comemorado no último dia 20

Toda denominação religiosa deve ser respeitada e com a cultura ancestral das religiões de matrizes africanas não deve ser diferente.

A atual gestão municipal de Gravatá demonstra que o compromisso com as pessoas começa a partir desse gesto: o respeito. 

Pela primeira vez representações de religião de matriz africana estiveram reunidas, no gabinete do Paço Municipal, na tarde desta segunda-feira (22),  com o prefeito de Gravatá, Joselito Gomes, em alusão ao Dia Nacional da Consciência Negra, que foi comemorado no último dia 20. 

Entre os presentes, estava Mãe Maria José de Oxalá, de 98 anos, que recebeu uma placa e um buquê de flores das mãos do prefeito como gesto simbólico de homenagear a população de terreiro e de religiões de matrizes africanas que atuam no município. 

Após a conversa no gabinete, Mãe Maria José, em representação ao guia espiritual dela, Oxalá, soltou uma pomba branca e, logo em seguida, houve uma demonstração da fé do grupo na Praça Rodolfo de Moraes, que fica em frente ao Paço Municipal, onde um grupo de pessoas já a aguardava. 

Carlos de Yemanjá – Agente administrativo

Carlos de Yemanjá é agente administrativo, tem 31 anos, e ele destacou a abertura de diálogo do prefeito Joselito Gomes com o grupo. “Para nós foi um momento muito importante, pela primeira vez em Gravatá a gestão abriu as portas para nós, que somos de terreiro, e praticamos nossa cultura de matriz africana. Esse é um momento histórico, pois é a primeira vez que a prefeitura abre as portas para a gente que é do candomblé, dando vez e voz para a gente poder dialogar, falar o que a  gente tem direito, expor o que queremos e pensamos, e pedimos o que merecemos: respeito. Espero que acabe o preconceito religioso, aconteça o respeito como para qualquer religião”.

Maria José de Oxalá – Juremeira e Iyalorixá

A Iyalorixá Mãe Maria José de Oxalá, que tem o terreiro mais antigo em funcionamento de Gravatá, falou como recebeu essa homenagem. “Recebo essa homenagem com paz, amor e felicidade, debaixo da força superior. Não esperava essa surpresa e estou aqui até quando Deus quiser e se Ele quiser estarei aqui próximo ano também. Acho que o prefeito fez mais do que certo em nos receber no gabinete e está fazendo o que deve ser feito”.

Joselito Gomes – Prefeito de Gravatá

O prefeito Joselito Gomes explicou porque prestou essa homenagem. “O compromisso com as pessoas abre espaço para a acolhida, o diálogo, o respeito, só assim estaremos demonstrando esse compromisso, pois tudo deve concorrer para que tenhamos uma convivência pacífica, uma Gravatá voltada para o bem e que as pessoas possam livremente expressar suas crenças, respeitar um ao outro e assim crescemos em uma boa convivência. O compromisso com as pessoas implica em você estar aberto a esta realidade pluralista e que ao mesmo tempo nos ajuda a enxergar aquilo que é essencial a todos: o amor. Porque nosso compromisso continua sendo com as pessoas”.

Estiveram presentes na conversa o chefe de gabinete, Lucas Noia, o secretário de Comunicação Social e Imprensa, Rodolfo Lima, a secretária da Mulher, Ester Gomes, e o vereador Cabritinha. 

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo 

Fotos: Marcone Barros (SECOM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui