Arma usada pelo o criminoso-Imagem Divulgação Polícia Civil- AL

Entre as vítimas que o homem matou estava o próprio irmão, qual ele arrancou o coração com uma a faca

Na manhã do sábado (01/5), um elemento considerado de alta periculosidade foi morto após confrontar a polícia no município de Canhotinho, no Agreste de Pernambuco. O mesmo foi identificado como Erivaldo Francisco Neves de Oliveira, vulgo Cabelinho, ex-presidiário de 49 anos.

Rádio Livre FM 90.7

Conforme a polícia, o imputado passou 30 anos preso acusado de assassinar 24 pessoas,  mas ganhou liberdade provisória pela a justiça do Estado de Alagoas, no mês de fevereiro deste ano.

Segundo a Polícia, o indivíduo foi libertado e ficou sendo monitorado por tornozeleira eletrônica, no entanto, ele quebrou o equipamento fugindo em seguida para Pernambuco, desde então, passou a ser procurado pela justiça.

Ainda segundo a polícia de Alagoas, o Cabelinho, era de alta periculosidade, ele matou o próprio irmão a facadas, arrancando o coração da vítima.

A polícia após várias investigações foi informada, que ele estava residindo na cidade de Canhotinho, e já estaria articulando para cometer crimes e atuar no tráfico de entorpecentes.

A Polícia Penal de Alagoas e DEIC, coordenados pelo delegado Gustavo Xavier, com apoio de Policiais Civis da 18ª Delegacia Seccional de Garanhuns, sob a coordenação do delegado de plantão Marcelo Francisco e seccional Marcos Omena, após colherem informações, seguiram a cidade de Canhotinho, onde cercaram a residência do foragido.

Mas de acordo com a Polícia, ao chegar na casa do elemento, o mesmo já foi efetuando vários disparos de arma de fogo contra o policiamento que revidaram a injusta agressão. No confronto o Cabelinho acabou sendo alvejado, ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu e veio a óbito antes de chegar ao hospital de Garanhuns.

Com o imputado a polícia encontrou uma pistola calibre 380, a qual ele estava usado contra o policiamento.

Fonte: Agreste Violento

Sites Parceiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui