Programa Saúde na Escola/ Foto: Nilson Silva (SECOM)

O Programa proporcionou atendimentos às crianças do distrito em várias áreas de saúde

A manhã desta terça-feira (19) foi um momento de valorização da saúde das crianças que moram no distrito de Russinhas e localidades vizinhas. A Prefeitura de Gravatá, por meio da Secretaria de Saúde, levou à Escola Municipal Francisco Galdino Chaves o Programa Saúde na Escola – PSE, com atendimentos em várias áreas de saúde.

Com avaliação nutricional, teste de acuidade visual, atualização do cartão de vacina, administração de vermífugos, triagem de saúde bucal e acompanhamento com assistente social, as crianças foram acompanhadas por profissionais que, além de praticarem procedimentos de saúde, levaram aos pequenos e responsáveis noções básicas de saúde para o cotidiano.

A partir das avaliações feitas pela equipe, se houver alguma alteração na normalidade visual e oral, as crianças são encaminhadas a consultas com oftalmologista e dentista para realização de exames mais específicos e tratamento adequado.

Juliana da Silva – agricultora

À espera do seu segundo filho, a agricultora Juliana da Silva levou o seu primogênito para o atendimento e falou da sua alegria por ver o comprometimento da gestão municipal com as pessoas. “É muito importante, porque a gente como mora na zona rural tem a distância de deslocamento para cidade e a dificuldade também. Como assim fica aqui pertinho, a gente mora na localidade mais próxima e sítios vizinhos, é uma oportunidade muito boa, é gratificante, porque ver que a atual gestão está se importando importando com a população, com os que precisam realmente, que somos nós moramos na zona rural, somos necessitados dessas ações beneficentes.”

Gabriela Santos – coordenadora do PSE

Gabriela Santos é coordenadora do PSE e detalha o programa. “Temos atendimento com a nutricionista, avaliação do estado nutricional com peso e altura das crianças, temos também o teste de acuidade visual para saber se está com alguma alteração ou não na visão das crianças, temos a equipe da enfermagem na atualização e verificação do cartão de vacina, se tiver em atraso a gente já faz atualização no momento, temos a administração da medicação contra verminoses que a gente já faz a administração também no momento, a triagem de saúde bucal e, por fim, estamos com a assistente social para atender qualquer demanda pessoal, orientação sobre o cartão de vacina, sobre documentação do cartão do SUS. Todos os distritos daqui da zona rural de Gravatá estão sendo contemplados.”

Reportagem: Filipe Vasconcelos

Fotos: Nilson Silva (SECOM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui