Mais um avanço na Educação/Foto: Ednaldo Lourenço (SECOM)

Instituição de ensino localizada no Bairro Novo foi reerguida em tempo recorde, com instalações em nova tecnologia, que oferece conforto, segurança e qualidade

A entrega da Escola Municipal Professora Maria das Neves Silva, antiga Escola Gravatá, que fica no Bairro Novo, não poderia ser diferente. Há mais de 20 anos que não se construía escola em Gravatá. E essa obra é um marco na gestão municipal, pelo investimento pesado em Educação, mas também pelo retorno que traz aos moradores da localidade.

Uma grande festa reuniu, na tarde da quarta (29), para celebrar mais um momento histórico para a cidade, além do prefeito de Gravatá, Joselito Gomes, da primeira-dama e secretária de Assistência Social e Juventude, Viviane Facundes, e do vice-prefeito e secretário de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, Júnior Darita, profissionais do corpo escolar do município, estudantes, autoridades da gestão municipal, funcionários da Prefeitura, moradores do bairro, o deputado estadual, Waldemar Borges, e representantes do poder legislativo, como o presidente da Câmara de Vereadores, Léo do Ar, e os vereadores Cabritinha, Leandro do Transporte Alternativo, Nino da Gaiola e Zé da Saúde.

A antiga escola precisou ser demolida e reerguida do zero, com projeto que utilizou tecnologia e metodologia inovadoras.

Como a estrutura da escola tem três andares, o projeto contemplou a instalação de grades nos corredores superiores e a instalação de um elevador para acessibilidade.

Ao todo, são 11 salas de aula, sendo seis no primeiro pavimento e cinco no segundo. Esses dois andares possuem, ainda, banheiros masculino, feminino e para Pessoas com Necessidades Especiais (PNE), além de uma sala de atendimento no segundo pavimento.

O térreo do prédio é voltado para o setor administrativo da escola, com sala dos professores, diretoria, secretaria, sala de informática e robótica, biblioteca, sala de Atendimento Educacional Especializado (AEE), além de cozinha e refeitório. Este pavimento também possui banheiros feminino, masculino e PNE, além de banheiros exclusivos para funcionários e outros para direção e coordenação.

(Francielle Maria – Agricultora)

Francielle Maria, 36 anos, agricultora, é mãe de alunos que estudam na escola. Ela opinou: “achei essa estrutura o máximo, melhor coisa do mundo aqui no Bairro Novo. Antes era uma bagunça, não tinha escola, as bancas e mesas estavam quebradas, hoje pode se dizer que uma mãe vai ter sossego ao deixar o filho aqui. Desde quando esse prefeito chegou que não tenho o que falar de ruim, ele só tem feito coisa boa na saúde e para as crianças. Ele está de parabéns por fazer isso. Investir no futuro, pois escola é o futuro”.

(Wanderson Bezerra – Guarda civil municipal de Gravatá)

O guarda civil municipal de Gravatá, Wanderson Bezerra, sobrinho de Maria das Neves da Silva, professora homenageada que dá nome à escola, falou que “primeiramente ficamos surpresos com essa homenagem, ficamos muito gratos, porque sabemos da importância dela para o município de Gravatá, a dedicação que ela tinha tanto com os docentes, quanto com os discentes, e nós da família ficamos maravilhados com esse presente que nós recebemos”.

(Waldemar Borges – Deputado estadual)

O deputado estadual, Waldemar Borges, falou sobre o descaso com que era tratada a cidade e como ela está agora. “Nesse um ano e meio de gestão do prefeito Joselito Gomes está sendo constatado o tempo que não foi feito em Gravatá nas gestões anteriores. Não foi feita a UTI, a UPA, a requalificação do hospital, não se colocou dentistas em todos os postos, não equipou os postos, não foi feita uma creche. Na gestão anterior não foi feita uma escola como essa que o prefeito Joselito está entregando à população. O que se constata é que quando há compromisso, competência e determinação, as coisas acontecem para a população. Tem aquele político que se elege e não faz nada, não tem o que mostrar de concreto, e tem aqueles que se elegem e cumprem suas promessas e fazem com que o dinheiro do povo volte para o povo através de escolas como essa”.

(Ninha Professora – Secretária de Educação de Gravatá)

A secretária de Educação de Gravatá, Ninha Professora, falou sobre a estrutura da escola atual. “Essa escola foi muito pensada e ela realmente vai oferecer para a comunidade uma unidade totalmente acessível, com plataforma para deficientes terem acesso a todos os ambientes. É uma escola com estrutura muito organizada, monitorada, com câmeras internas e externas. É uma comunidade que foi muito esquecida pelo poder público e essa será a primeira de outras que construiremos aqui e é com muita satisfação que estamos entregando esse bem para a comunidade, neste dia de São Pedro”.

(Joselito Gomes – Prefeito de Gravatá)

O prefeito de Gravatá, Joselito Gomes, “um projeto muito bom para o município, um espaço não muito grande, mas o projeto foi adequado. Hoje estamos entregando este prédio maravilhoso para acolher nossos alunos do Bairro Novo e de outras localidades. Um espaço agradável, adequado para que várias atividades estejam acontecendo aqui e o lugar da criança, do adolescente, do jovem, é na escola. Nada melhor do que poder abrir, oferecer e entregar este equipamento para a comunidade, em especial aqui. Nosso trabalho continua, porque o nosso compromisso é com as pessoas”.

As aulas na nova Escola Municipal Maria das Neves da Silva têm previsão de iniciar no final do mês de julho. A instituição oferecerá aulas, pela manhã e tarde, para o Ensino Fundamental (anos finais) e Educação de Jovens e Adultos (EJA) no período noturno.

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo
Fotos: Ednaldo Lourenço (SECOM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui