Imagem reprodução Google

O pai da criança foi levado para delegacia onde não soube explicar o motivo dos ferimentos na criança

Uma médica do hospital da região de Goiânia, resolveu acionar a Polícia Militar e o Conselho Tutelar, após atender em seu consultório, uma criança com mais de trinta lesões pelo corpo.

Conforme a polícia, a bebê atendida tem apenas seis meses de idade, e apresentava mais de 30 (trinta) lesões ao redor de seu corpo. Em virtude do fato, o pai da criança foi levado para delegacia, onde foi ouvido por policiais, entretanto, ele não soube explicar o motivo dos ferimentos na criança. Dessa forma o mesmo acabou sendo liberado.

De acordo com informações da imprensa local, a menina continua internada em um hospital da região de Goiânia, uma vez que seu estado de saúde é grave, ela se encontra na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

O caso aconteceu na última segunda-feira,(10 /5).

A mãe da criança relatou à polícia que a bebê estava no colo do pai e não estava se sentindo bem. Dessa forma, ela decidiu levar a menina ao médico.

Ainda segundo a genitora do Bebe, ela disse ao conselheiro tutelar, Miqueias Duarte, que a criança estava ‘molinha’ no colo do pai.

Já a médica, suspeitou que a criança fosse vítima de maus-tratos e dessa forma, acionou as autoridades. Já que, não é nada comum um bebê ter tantos ferimentos.

A Polícia Civil continua a investigar o caso para saber se realmente aconteceu algum crime. A criança segue sendo acompanhada por sua mãe no hospital. O Conselho Tutelar informou que jamais recebeu denúncia contra os pais da criança.

Fonte: Atualidades Club

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui