DP de Gravatá/Imagem: Plantao365News

As vítimas não haviam sido vistas por parentes e vizinhos a cerca de dois dias 

A primeira ocorrência foi na manhã do último sábado (02/07), uma idosa de 72 anos, foi encontrada sem vida na própria casa na Travessa São Domingos, no Bairro do Prado em Gravatá, Agreste de Pernambuco. A mesma era natural de Gravatá, e foi encontrada sem vida pela filha.

Segundo informações repassadas para a Polícia, a idosa desde a última quinta-feira (30/06) não havia sido vista por familiares e vizinhos. Conforme a Polícia, a filha desconfiada da ausência da mãe, decidiu ir até à residência, onde ao chegar na casa percebeu o mau cheiro, e abriu a porta encontrando a sua genitora já em estado de decomposição.

Ainda segundo a Polícia, no mesmo sábado (2), por volta das 17h30, uma outra idosa de 79 anos também foi encontrada sem vida dentro da própria residência, na rua Marcionilo Ribeiro de Carvalho, no Terreno do Banco, próximo ao Rio do Peixe, também em Gravatá.

O neto da vítima relatou à Polícia, que a vítima foi encontrada sem vida no quarto da casa, e que sua avó usava medicamentos controlados. Ainda segundo o neto da idosa, há dois dias que vizinhos não haviam visto ela.

Conforme a Polícia, o neto foi a casa da avó e arrombou a porta encontrando ela caída ao lado da cama de um dos quartos. A vítima residia sozinha e não costumava receber visitas.   

As ocorrências foram registradas na Delegacia da cidade, como morte a esclarecer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui