Crianças e idosos são imunizados em Dia D de Vacinação/Foto:Nilson Silva (SECOM)

Sarampo em crianças e Influenza em idosos, vacina levou proteção aos munícipes

Dentro do Programa Nacional de Imunização, numa campanha do Ministério da Saúde, a Prefeitura de Gravatá, por meio da Secretaria de Saúde do município, realizou neste sábado (30) o Dia D de Vacinação contra Sarampo e Influenza.

A campanha contemplou crianças de 6 meses a 4 anos com a vacina contra Sarampo e pessoas com 60 anos ou mais com a vacina contra Influenza, na Praça da Matriz, Parque da Cidade e todas as unidades de saúde da zona urbana. Além desses grupos, os trabalhadores de saúde podem ser vacinados contra Influenza, Sarampo e com a vacina Tríplice Viral.

Maria da Penha – dona de casa

A dona de casa Maria da Penha levou seus netos para atualizarem a caderneta de vacina e disse que “é bom pra saúde e muito importante, tanto as crianças quanto os adultos, vacinar contra Sarampo e Gripe. Eu acho muito importante essa ação da Prefeitura. Tem mães que não ligam pra dar vacina às crianças e eu trouxe meus netos, mandei pegar os cartões de vacina e como a mãe não pôde vir, eu vim vacinar meus netos.”

Jairo Teixeira – coordenador da Atenção Primária em Saúde

A ação não acontece apenas nesse dia em Gravatá e Jairo Teixeira, coordenador da Atenção Primária em Saúde, detalha como é a vacinação para essas doenças no município. “Hoje é um dia estratégico recomendado pelo Ministério da Saúde relacionado a uma campanha de vacinação contra Sarampo e Influenza. A ação está acontecendo nas unidades da zona urbana e pontos como a Praça da Matriz e o Parque da Cidade. Recomendamos que as pessoas que não conseguiram ser contempladas no dia de hoje, uma vez que essa ação está acontecendo das 8h às 12h, procurem sua unidade de saúde, pois doenças como Sarampo e Influenza têm um impacto significativo na qualidade de vida e é um grave problema de saúde pública. Portanto, a gente recomenda que essas pessoas procurem suas unidades, atualizem suas cadernetas, a Influenza para maiores de 60 anos de idade e Sarampo para menores de 5 anos, para que a gente possa, dessa forma, aumentar a cobertura vacinal e proteger as pessoas.”

Reportagem: Filipe Vasconcelos
Fotos: Nilson Silva (SECOM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui